Covid-19: Sanofi e GSK disponibilizam 200 milhões de doses de vacina ao programa Covax 524

Os laboratórios Sanofi e GSK anunciaram que vão disponibilizar cerca de 200 milhões de doses da sua vacina ao programa Covax, lançado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que pretende ajudar no acesso equitativo às futuras vacinas contra a covid-19.

Em comunicado conjunto, a Sanofi e a GSK indicam ter “firmado uma declaração de intenções com a Aliança para as Vacinas (Gavi)”, a administradora legal do mecanismo internacional de compra e distribuição de vacinas – Covax (que reúne vários países), “visando garantir a cada país participante um acesso justo e equitativo a possíveis vacinas contra o SARS-CoV-2″.

As empresas “pretendem disponibilizar” ao programa “200 milhões de doses da vacina de proteína recombinante adjuvante contra o novo coronavírus, caso seja aprovada pelas autoridades regulatórias e sob reserva de adjudicação de contratos”.

A Sanofi e a GSK, estão a desenvolver em conjunto uma vacina candidata, e já lançaram um teste clínico em humanos em setembro, “no qual 440 participantes foram recrutados”.

As duas empresas planeiam obter os primeiros resultados “no início de dezembro de 2020 e poder lançar um teste de fase III antes do final do ano”.

“Se os dados desses testes forem suficientemente convincentes para registar um pedido de aprovação, um pedido de aprovação regulatória deve ser submetido às autoridades de saúde no primeiro semestre de 2021”, indica o comunicado divulgado.

Envie este conteúdo a outra pessoa