Covid-19: EUA autorizam vacinas da Pfizer e Moderna para crianças a partir dos 6 meses 259

As crianças a partir dos seis meses de idade passam a poder receber a administração de emergência de vacinas Pfizer e Moderna contra a covid-19, após aprovação da agência norte-americana do medicamento (FDA na sigla em inglês). A FDA aprovou ainda a vacina da Moderna para crianças dos 6 aos 17 anos de idade.

A vacina de duas doses da Moderna é aprovada para crianças entre os seis meses e os cinco anos de idade e a da Pfizer, com três doses, entre os seis meses e os quatro anos de idade, anunciou o regulador norte-americano na sexta-feira (17). “Estas vacinas para as crianças mais pequenas proporcionarão proteção contra os casos mais graves de covid-19, tais como hospitalizações e mortes”, disse o chefe da FDA, Robert Califf.

No mesmo dia, os peritos do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC, em inglês) dos EUA concluíram, por unanimidade, que as vacinas contra o SARS-CoV-2 adaptadas a crianças a partir dos seis meses oferecem proteção contra a hospitalização, morte e complicações de saúde provocadas pela covid-19.

As vacinas deverão ser administradas esta semana, com milhões de doses distribuídas por hospitais e clínicas em todo o país. A Associated Press, noticia a Lusa, avança que 18 milhões de crianças serão elegíveis nesta fase da vacinação. “Os pais vão respirar de alívio sabendo que estas vacinas estarão disponíveis muito em breve”, salientou Jack Resneck, presidente da Associação Médica Americana, em comunicado.

De acordo com os dados oficiais, menos de um terço das crianças entre os 5 e os 11 anos já foram imunizadas contra o SARS-CoV-2 nos Estados Unidos desde que a vacinação foi aberta para este grupo etário, em novembro de 2021. Segundo a AFP, após o anúncio da FDA, a Pfizer afirmou que pretende solicitar a aprovação para este grupo etário à Agência Europeia de Medicamentos (EMA) no início de julho.

WordPress Ads

Envie este conteúdo a outra pessoa