Burla: Médico acusado de prescrever medicamentos para ir a congressos no estrangeiro 0 75

Burla: Médico acusado de prescrever medicamentos para ir a congressos no estrangeiro

13 de Setembro de 2016

Um médico do SNS e três delegados de informação médica foram acusados de burla qualificada, corrupção e falsificação de documentos, pelo Ministério Público, avançou hoje o “JN”.

Em troca de convites para congressos no estrangeiro, almoços ou jogos de ténis, o médico prescrevia medicamentos altamente comparticipados em nome de utentes reformados sem que estes fossem às suas consultas, e, por sua vez, os três delegados de informação aviavam as receitas e revendiam-nas a outros utentes e reformados, atingindo os seus objetivos comerciais.

Em menos de um ano, as receitas totalizaram mais de 152 mil euros.

Envie este conteúdo a outra pessoa