Bruno Sepodes: “É altura de mostrar que o farmacêutico tem muito a dizer” 373

Bruno Sepodes, vice-presidente do Comité de Medicamentos de Uso Humano na Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla inglesa), foi a Figura do Ano dos Prémios Almofariz 2021, distinguido numa cerimónia que também marcou o 30.º aniversário da Farmácia Distribuição.

Logo após a conquista do prémio, recolhemos a primeira reação do grande homenageado da noite. Bruno Sepodes mostrou-se radiante e garantiu que esta distinção “é uma grande responsabilidade”, porque se trata do “reconhecimento por parte dos meus colegas. Quando olho para a minha idade, percebo que ainda tenho muitos anos pela frente para continuar a mostrar que mereço este prémio”, acrescentou.

Questionado sobre a mensagem que gostaria de deixar aos profissionais do setor, Bruno Sepodes desejou “muita sorte e resiliência para a próxima fase”. De seguida, referiu que os farmacêuticos “têm um papel importante na divulgação da ciência e na distinção dos factos científicos, que sustentam a prática farmacêutica, do negacionismo”.

“Espero que os farmacêuticos continuem a acreditar nos avanços científicos que nos trouxeram até aqui. Exemplo disso é a celebração que estamos a fazer hoje [nos Prémios Almofariz], que só foi possível devido às vacinas contra a covid-19 e às novas terapêuticas que têm surgido. É altura de mostrar que o farmacêutico tem muito a dizer”, explicou.

Em relação ao futuro do setor farmacêutico, Bruno Sepodes referiu que tem “boas expectativas” e reforçou a existência de “várias opções terapêuticas”, como as vacinas e “novos tratamentos para os infetados com o novo coronavírus”. O vice-presidente do Comité de Medicamentos de Uso Humano da EMA acredita que o próximo ano vai trazer “avanços significativos para o setor”.

“São avanços que vão dar que falar, mas, acima de tudo, vão dar mais responsabilidade aos profissionais das Farmácias Comunitárias ou Hospitalares”, finalizou.

Envie este conteúdo a outra pessoa