Bastonário OF: Redução das despesas com medicamentos levaram a insolvências e despedimentos 0 86

Bastonário OF: Redução das despesas com medicamentos levaram a insolvências e despedimentos

31 de Outubro de 2015

O setor farmacêutico foi afetado pela imposição da redução das despesas com medicamentos, lembrou o bastonário da Ordem dos Farmacêuticos, ontem, na sessão solene de abertura do Congresso Nacional dos Farmacêuticos.

«Nos últimos anos a cadeia de valor do medicamento, isto é,  a Indústria Farmacêutica, a distribuição e a farmácia foi forçada a contribuir para a redução da despesa pública e também da despesa privada com medicamentos», explicou Carlos Maurício Barbosa. «Este esforço produziu efeitos colaterais graves traduzidos por insolvências, penhoras, suspensões de fornecimentos, despedimentos, precariedade e um desinvestimento generalizado no setor. Tudo isto está presente na memória dos farmacêuticos», acrescentou o bastonário.

Mas, apesar da crise que se tem abatido sobre o setor e em particular sobre as farmácias, Carlos Maurício Barbosa defendeu que «as farmácias são verdadeiras prestadoras de cuidados de saúde, dotadas de profissionais altamente qualificados que podem e devem dar mais contributos ao sistema de saúde».

O bastonário salientou ainda, com base num estudo apresentado durante o congresso, que os «farmacêuticos comunitários aportam qualidade de vida à população portuguesa, aportam anos de vida aos portugueses e aportam poupança ao Estado e às famílias, [uma poupança estimada] em 880 milhões de euros por ano», concluindo que «em Portugal, os farmacêuticos que exercem nas farmácias promovem ganhos na saúde, quer sociais, quer económicos».

Também o atual ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa, presente na cerimónia, destacou «o papel relevante que as farmácias de oficina têm em situações de ruralidade ou de descentralidade, onde muitas vezes acabam por ser o primeiro contacto que está presente, para o bem destas populações».

Leal da Costa lembrou ainda a importância de um uso responsável dos medicamentos, particularmente nos dias que correm. «O facto dos preços [dos medicamentos] estarem mais baixos, obriga-nos a todos a olharmos para o uso responsável, para a prescrição profissional, para tudo o que envolve toda a cadeia do medicamento», realçou.

O final da sessão solene de abertura do Congresso Nacional dos Farmacêuticos ficou marcado pela atribuição do prémio de Investigação Científica Professora Doutora Maria Odette Santos-Ferreira, ao professor doutor Francisco Batel Marques.

O Congresso Nacional dos Farmacêuticos decorre até hoje no Centro de Congressos de Lisboa.

O Portal Netfarma e a revista Farmácia Distribuição são media partners deste evento.

Envie este conteúdo a outra pessoa