Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado tem nova direção 324

A Associação Portuguesa para o Estudo do Fígado (APEF) anunciou, através de comunicado, que elegeu José Presa como presidente da direção para o biénio 2021-2023.

A nova direção é também constituída por Arsénio Santos (Vice-Presidente), Susana Lopes (Secretária-Geral), Sofia Carvalhana (Tesoureira), Alexandra Rosu (Vogal), Luís Maia (Vogal) e Sónia Sousa Fernandes (Vogal). A Assembleia-Geral é constituída por Luís Jasmis (Presidente), Dário Gomes (Vice-Presidente) e Mariana Cardoso (Vogal). O Conselho Fiscal é constituído por Adélia Simão (Presidente), Ângela Rodrigues (Secretária do Conselho Fiscal) e Catarina Martins (Vogal).

De acordo com a nota enviada, “esta nova direção pretende reforçar o posicionamento institucional da Associação e revitalizar a hepatologia a nível nacional, mantendo a cooperação com as associações congéneres. A renovação geracional, a promoção da produção científica nacional na área das doenças hepáticas, e a formação de interlocutores privilegiados para os temas do fígado, continuarão a ser uma prioridade”.

José Presa é licenciado em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, especialista em Medicina Interna e com dedicação às doenças do Fígado no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD) há mais de 20 anos, dirigindo presentemente a Unidade de Hepatologia deste Centro Hospitalar.

Envie este conteúdo a outra pessoa