Abbvie: CE aprova tratamento de psoríase crónica em placas grave 0 114

Abbvie: CE aprova tratamento de psoríase crónica em placas grave

06 de Abril de 2015

A AbbVie recebeu a autorização de introdução no mercado da Comissão Europeia (CE) para adalimumab no tratamento de psoríase crónica em placas grave em crianças e adolescentes a partir dos quatro anos de idade que não tiveram uma resposta adequada ou quando não são candidatos a tratamentos tópicos ou fototerapia.

Com a decisão da CE, adalimumab está agora aprovado em todos os estados-membro da União Europeia, para administração em doentes com esta indicação.

«Alguns tratamentos demonstraram ser efetivos nos subgrupos de doentes com psoríase pediátrica. Contudo, apenas um pequeno número de dados está disponível. A aprovação de adalimumab é um importante marco, em particular para as crianças e adolescentes com psoríase crónica em placas grave, dado que aumenta substancialmente as opções terapêuticas dos médicos que diariamente lidam com este problema, tendo em vista a redução do impacto desta doença crónica nesta população jovem e sensível», afirmou Marieke M.B. Seyger, MD, PhD, professora adjunta de Dermatologia no Radboud University Medical Center, em Nijmegen, Holanda.

A autorização de introdução no mercado teve por base os resultados de um estudo de fase 3 que serão apresentados em breve num congresso médico. Desde a primeira aprovação há 12 anos, adalimumab foi autorizado em mais de 87 países. Atualmente é usado no tratamento de mais de 851.083 doentes em todo o mundo nas indicações globalmente aprovadas.

«Com a aprovação da Comissão Europeia, adalimumab é agora o único medicamento biológico aprovado na Europa no tratamento de psoríase crónica em placas grave em crianças e adolescentes a partir dos quatro anos de idade, dando aos médicos uma nova e importante opção no tratamento da psoríase pediátrica em placas», referiu. Em comunicado, Michael Severino, MD, vice-presidente executivo do departamento de investigação e desenvolvimento da AbbVie. «Esta nova indicação contribui para o aumento do largo espectro de indicações de adalimumab e reforça o seu forte histórico de eficácia e segurança no tratamento da população pediátrica na sua gestão da doença crónica».

Envie este conteúdo a outra pessoa