Suspensa venda de lotes da vacina Meningitec, marca não administrada no Plano Nacional 149

Suspensa venda de lotes da vacina Meningitec, marca não administrada no Plano Nacional

01 de outubro de 2014

O INFARMED determinou a suspensão imediata da venda de lotes da vacina Meningitec do laboratório Nuron Biotech, marca que não é administrada no Programa de Vacinação, por terem sido detetadas partículas identificadas como óxido de ferro.

«As entidades que possuam este medicamento em stock não o podem vender, dispensar ou administrar, devendo proceder à sua devolução. Os utentes que tenham embalagens deste medicamento não as devem utilizar, entregando-os na farmácia», refere uma nota do INFARMED, citada pela “Lusa”.

Contudo, a autoridade sublinha que não foi reportada qualquer reação adversa e que a marca em causa da Meningitec, vacina contra a meningite C, não é a que está a ser atualmente usada no Programa de Vacinação.

Segundo o INFARMED, o laboratório Nuron Biotech está recolher voluntariamente todos os lotes que se encontrem dentro do prazo de validade do medicamento Meningitec, devido à deteção de partículas cor de laranja avermelhadas, identificadas como óxido de ferro.

Em Portugal, foram três os lotes distribuídos deste medicamento: G18898, H23067 e J13283.

Envie este conteúdo a outra pessoa