“Somos uma das melhores redes de farmácias do mundo” 497

A revista FARMÁCIA DISTRIBUIÇÃO organizou, ontem, dia 26 de novembro, o webinar “Farmácia Comunitária: uma reflexão para a próxima década”.

Após o lançamento do livro “Crónicas da Farmácia” e dos Podcasts, António Hipólito de Aguiar juntou as personalidades que participaram na obra para um debate sobre as perspetivas e visões acerca do futuro do setor das farmácias, trazendo reflexões mais aprofundadas à luz dos desafios que 2020 tem representado para o setor.

Com a moderação do autor, Clara Carneiro, Ema Paulino, Duarte Santos e Odete Isabel discutiram o futuro do setor, sem esquecer o caminho feito até aqui, numa noite que contou com um total de 387 participantes na audiência.

Clara Carneiro começou por reforçar a “responsabilidade social e a missão dos farmacêuticos”, e a necessidade de “arranjar soluções novas, para problemas novos”. A farmacêutica reiterou que o futuro passa por “um novo desenho da orientação da nossa prestação, em que vamos ter de nos abrir e trabalhar com outros parceiros e outras áreas”.

Já Ema Paulino destacou que o “envolvimento dos farmacêuticos na comunidade acrescenta valor”. Acredita que, na próxima década, a profissão tem de se reinventar: “já o fizemos tantas vezes, é só mais um redescobrir das várias formas que temos para servir a sociedade”, acrescentou.

“Somos uma das melhores redes de farmácias do mundo”, afirmou Ema Paulino, acrescentando que os farmacêuticos não se podem esconder, têm de ser pró-ativos e ir ter com as pessoas, identificar as suas necessidades e entregar-lhes aquilo de que elas precisam, mais do que aquilo que elas querem.

Odete Isabel recordou “tudo que fizemos, de como fomos capazes de nos reinventar, com uma capacidade que os farmacêuticos têm, com a nossa consciência social que nos dá uma força enorme. Vamos ser capazes e vamos dar o salto, já demos tantos …”, afirmou.

Duarte Santos, que preside o PGEU até ao fim do ano, acredita que “os sistemas de Saúde na Europa enfrentam desafios diferentes e o desafio é fazer chegar a Saúde a todos”. Para o Diretor da Associação Nacional das Farmácias (ANF), “a realidade em que vivemos é uma oportunidade para repensar o futuro, há coisas que damos como garantidas que não o são. É tempo de atualizarmos os nossos conhecimentos e especializarmo-nos. Temos a possibilidade de trazer novos serviços, que em Portugal desenvolvemos há imenso tempo, como o acompanhamento de doentes crónicos e rastreios. Afinal, temos um dos modelos de farmácia mais desenvolvidos do mundo”.

Esta foi uma iniciativa da revista FARMÁCIA DISTRIBUIÇÃO, com o patrocínio ZENTIVA e contou com os media partners revistas FARMÁCIA CLÍNICA e MARKETING FARMACÊUTICO, o Portal NETFARMA e a E-newsletter FARMANEWS.

Envie este conteúdo a outra pessoa