Roche adquire empresa de terapia genética por US$ 4,3 mil milhões 0 208

A Roche e a Spark Therapeutics anunciaram um contrato definitivo de fusão que prevê a aquisição pela Roche da Spark Therapeutics por US$ 4,3 mil milhões. A Spark Therapeutics, norte-americana, é uma empresa de desenvolvimento e distribuição de terapias genética para doenças genéticas como cegueira, hemofilia e doenças neurodegenerativas.

O principal recurso clínico da Spark Therapeutics é o SPK-8011, uma nova terapia genética para o tratamento da hemofilia A, que deve iniciar a Fase 3 em 2019. A Spark Therapeutics também possui o SPK-8016 num estudo de fase 1/2 com o objetivo de abordar a população inibidora de hemofilia A.

Numa notícia do “First Word Pharma” refere-se que além disso, a Spark Therapeutics foi a primeira empresa a receber a aprovação da FDA para uma terapia genética para uma doença genética em 2017. LUXTURNA (voretigene neparvovec-rzyl), um produto de terapia genética indicado para o tratamento de pacientes com mutação confirmada bialélica de RPE65 Distrofia Retiniana Associada é atualmente comercializada nos EUA pela Spark Therapeutics. A Comissão Europeia atribuiu autorização de comercialização para LUXTURNA em 2018.

Os ativos clínicos adicionais da Spark Therapeutics incluem: SPK-9001, uma terapia genética experimental para o potencial tratamento da hemofilia B na Fase 3 e SPK-7001 para a coroideremia na Fase 1/2. A empresa também está a desenvolver o SPK-3006 para a doença de Pompe e SPK-1001 para a doença CLN2 (uma forma de doença de Batten) que devem estar prontos para o desenvolvimento clínico em 2019, e ainda programas pré-clínicos adicionais para a doença de Huntington e doença de Stargardt.

O CEO da Roche, Severin Schwan comenta a transação que se espera que fique concretizada no segundo trimestre deste ano, afirmando que a experiência comprovada da Spark Therapeutics em toda a cadeia de valor da terapia genética pode representar novas oportunidades importantes para o tratamento de doenças graves. Em particular, o programa Hemofilia A da Spark Therapeutics poderia tornar-se uma nova opção terapêutica para pessoas que vivem com esta doença. «Também estamos entusiasmados em continuar os investimentos no amplo portfólio de produtos da Spark Therapeutics e no compromisso com a Filadélfia como um centro de excelência”. A Spark Therapeutics continuará suas operações na Filadélfia como uma empresa independente dentro do Grupo Roche.

«Como a única empresa de biotecnologia que comercializou com sucesso uma terapia genética para uma doença genética nos EUA, construímos competências inigualáveis na descoberta, desenvolvimento e distribuição de medicamentos genéticos. Mas as necessidades dos pacientes e famílias que vivem com doenças genéticas são imediatas e vastas», refere o CEO da Spark Therapeutics, Jeffrey D. Marrazzo.

Envie este conteúdo a outra pessoa