Razões de uma candidatura 300

Esta candidatura surge da necessidade de uma Secção Regional do Centro mais forte, mais interventiva e mais próxima dos seus membros. Para tal estruturámos uma equipa com elementos que se movem diariamente no terreno, combinando experiência com juventude, na ânsia de representar todos os farmacêuticos.

Nesse sentido, o 1º objetivo é o de fazer parte de uma equipa que fale a uma só voz na Direção Nacional, acompanhando a candidatura do Prof. Hélder Mota Filipe a Bastonário da Ordem dos Farmacêuticos, por forma a sermos mais eficazes e eficientes no que concerne à grande e permanente preocupação da classe que é o da valorização e afirmação da profissão farmacêutica na sociedade portuguesa.

O 2º objetivo é o contributo que a nossa Secção Regional pode dar diretamente aos seus membros através das mais variadas abordagens no âmbito profissional, procurando ir ao encontro das várias necessidades dos farmacêuticos, em que se inclui a principal de todas elas a formação contínua pós-graduada.

O 3º objetivo engloba as vertentes sociais, culturais ou lúdicas, como peças fundamentais no desenvolvimento de qualquer profissional, bem como no estabelecimento de relações pessoais, interpessoais e na expansão da nossa rede de contactos.

Assinaladas que estão as prioridades major para o próximo mandato, constituímos uma equipa que alia a juventude com a experiência, por forma a realizarmos um mandato que cumpra com estes importantes objetivos para dignificarmos e fortalecermos a nossa Secção Regional, assim os nossos colegas nos deem a confiança necessária.

Principais linhas de ação

A nossa candidatura selecionou como prioritário, nesta divulgação, dar a conhecer as principais linhas de ação que estão elencadas com os objetivos atrás referidos, e que considera fundamentais para reanimar e dinamizar a nossa Secção Regional, quer do ponto de vista interno, quer externo. E começamos logo pela que consideramos a mais importante de todas elas, “FALAR A UMA SÓ VOZ”!

  1. Alinhamento e sintonia nos principais temas propostos pela candidatura do Prof. Hélder Mota Filipe a Bastonário
  • Desenvolvimento profissional, competências, especialização e carreiras
  • Serviços farmacêuticos diferenciados e sustentáveis
  • Relação com as organizações da profissão e a academia
  • Envolvimento na definição das políticas de saúde
  • Maior e melhor acesso a medicamentos, produtos de saúde e cuidados farmacêuticos
  • Juventude, carreiras farmacêuticas e a Ordem
  1. Formação continua pós-graduada
  • Atender criteriosamente às necessidades formativas das várias áreas profissionais
  • Auscultar regularmente os membros da SRC, de modo a irmos ao encontro dos temas que são mais atuais e prementes
  • Acesso tendencialmente gratuito ao programa formativo por parte dos membros da Secção Regional do Centro
  1. Descentralizar a atividade da secção regional do centro
  • Realizar atividades e iniciativas com periodicidade bimensal em cada um dos cinco distritos que além de Coimbra fazem parte da Secção Regional do Centro
  • Colaborar diretamente com os mandatários distritais na organização destas iniciativas e contar com a sua contribuição para a sua programação e dinamização
  • Colaborar com as autarquias locais na promoção de incentivos para a fixação de farmacêuticos no interior, contribuindo assim para uma maior oferta profissional nestas regiões do país, indo assim ao encontro da tão desejada coesão territorial e colmatando necessidades profissionais
  1. Reativação das jornadas da Seção Regional do Centro
  • Realizar as jornadas farmacêuticas sobre temas relacionados direta ou indiretamente com a profissão e enquadrados com a sociedade atual e abrir estas jornadas ao público em geral, em particular a outros profissionais de saúde ou a figuras públicas da nossa sociedade
  1. Reativação do Centro de Documentação Farmacêutica
  • O Centro de Documentação Farmacêutica da Ordem dos Farmacêuticos foi inaugurado em 25 de setembro de 2012, está sediado na nossa Secção Regional e está inativo há alguns anos. Trata-se de um projeto que concretizou uma ideia do Prof. Rui Pita com o objetivo de reunir todo o acervo documental da nossa profissão, a fim de ficar disponível para as gerações futuras e assim perpetuar a nossa memória coletiva.
  • Este é um dos projetos mais relevantes concretizados pela Ordem dos Farmacêuticos, dada a sua importância profissional, a sua abrangência que extravasa a da própria classe e a sua intemporalidade ao perpetuar a memória dos farmacêuticos portugueses pelas gerações seguintes.
  1. Reativação do Clube Farmacêutico e Clube de Caminheiros
  • Realizar encontros na sede do Clube Farmacêutico que tenham em vista chamar os membros da SRC à sua sede e, em particular, proporcionar aos jovens farmacêuticos a fruição deste espaço nas suas mais variadas vertentes
  • Promover a discussão de temas de interesse geral, acentuando o seu caráter cívico e que tenha em vista a participação de outras profissões, como médicos, economistas, entre outros
  • Promover a participação ativa dos farmacêuticos em atividades de cariz social
  • Reativar o clube de caminheiros da Ordem dos Farmacêuticos

Expostos os principais pontos da nossa atuação, alinhados com o programa da candidatura do Prof. Hélder Mota Filipe a Bastonário da Ordem dos Farmacêuticos, pretendemos que a nossa Ordem fale a uma só voz, para que seja mais eficiente nos objetivos que todos pretendemos alcançar e, finalmente, para que a classe farmacêutica seja ainda mais unida.

Apelamos a todos os farmacêuticos da zona centro que votem na Lista D – JUNTOS PELOS FARMACÊUTICOS, por uma Secção Regional do Centro mais forte, reivindicativa e próxima dos seus membros.

Paulo Fonseca
Candidato a Presidente da Secção Regional do Centro da Ordem dos Farmacêuticos – Lista D

Envie este conteúdo a outra pessoa