PSD e CDS-PP sugerem investimentos nas farmácias hospitalares 0 321

Os grupos parlamentares do PSD e CDS-PP apresentaram duas propostas de resolução para que o Governo proceda às contratações e investimentos nas farmácias hospitalares do SNS, unindo-se ao diploma também recentemente apresentado pelo BE.

Os deputados sociais democratas e centristas solicitam que o Governo autorize a imediata contratação dos profissionais em falta nos serviços farmacêuticos hospitalares e que leve a cabo ainda a realização de obras de requalificação nos serviços que apresentam maiores carências. Tocam ainda na fase bem como a regulamentação e abertura de vagas para a residência farmacêutica.

Ambos os Projetos remetem para as denuncias da bastonária da OF e diretores de Serviços Farmacêuticos hospitalares sobre a falta de recursos nas farmácias hospitalares, refere uma notícia presente no site da Ordem dos Farmacêuticos.

A proposta do CDS-PP salienta que os serviços farmacêuticos hospitalares estão desde há três anos sem contratações de farmacêuticos, mesmo apesar da restituição das 35 horas semanais. Lembram ainda que há inúmeros profissionais em burnout, com milhares de horas a mais de trabalho extraordinário.

Já o CDS-PP questionou a ministra da Saúde na audição regimental concretizada na semana passada, tendo recebido a resposta de que «não há situações de insegurança em circunstância alguma».

O PSD faz notar ainda que os múltiplos serviços farmacêuticos funcionam em espaços físicos desadequados e em instalações degradadas, pondo em causa a segurança da farmácia hospitalar e mesmo a segurança dos doentes.

Os sociais democratas lembram ainda que se encontra ainda para aprovação a regulamentação do internato farmacêutico.

Consulte o Projeto de Resolução n.º 2092/XIII do CDS-PP –  e o Projeto de Resolução n.º 2102/XIII/4.ª do PSD.

Envie este conteúdo a outra pessoa