Projeto Incluir envolve doentes na avaliação de medicamentos 0 238

O INFARMED recebe hoje a Associação Portuguesa de Hemofilia no âmbito do projeto Incluir, iniciativa que teve início em 2017 e que tem o objetivo de envolver doentes crónicos e organizações que os representam na avaliação dos medicamentos. A avaliação será uma das últimas fases da participação das associações.

Fonte do INFARMED falou ao NETFARMA sobre o Incluir, que integra várias fases de informação e participação dos cidadãos no processo de avaliação de tecnologias de saúde. Os pacientes envolvidos no processo, passam por uma fase de “capacitação”, através de ações de formação desenvolvidas em parceria com a Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP-NOVA). O INFARMED esclareceu ainda que a participação dos membros das Associações passa pela «partilha do dia-a-dia com a doença», experiência com medicamentos ou dispositivos médicos, suas dificuldades e sugestões.

Pretende-se, à posteriori, alargar a ação a outras áreas terapêuticas e Associações com as quais o INFARMED tem trabalhado.

Através do projeto Incluir, prevê-se ainda estreitar a ligação com as associações de doentes em outras áreas de intervenção do INFARMED, tais como as roturas de medicamentos, notificação de reações adversas ou medicamentos falsificados e contrafeitos.

Envie este conteúdo a outra pessoa