Primeiro ensaio com células estaminais para tratar enfarte revela resultados promissores 0 100

Primeiro ensaio com células estaminais para tratar enfarte revela resultados promissores

 


22 de junho de 2017

Os resultados do primeiro ensaio clínico Europeu com células estaminais cardíacas humanas no tratamento de pacientes com enfarte agudo do miocárdio revelaram-se promissores, de acordo com um comunicado enviado pelo iBET – Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica.

«Foi com grande entusiasmo que recebemos os primeiros resultados clínicos dos pacientes injetados com células estaminais cardíacas no ensaio clinico CARE-MI. Estes resultados de 12 meses de follow-up poderão ajudar a compreender o verdadeiro potencial desta terapia celular junto de milhares de pessoas que sofrem enfarte do miocárdio e insuficiência cardíaca, duas das principais causas de mortalidade nos países desenvolvidos», refere Paula Alves, CEO do iBET e investigadora principal do iBET no CARE-MI.

Após a infusão com as células estaminais cardíacas, os 55 pacientes que estão envolvidos no ensaio clínico têm vindo a ser acompanhados durante este último ano, com uma avaliação mensal durante o primeiro semestre e trimestral na última metade do ano.

O principal foco deste ensaio de fase I/II recaiu na segurança e viabilidade do uso deste tipo de células, no entanto, foi igualmente possível observar no sub-grupo de maior risco (pior prognóstico) uma regeneração muito significativa do músculo cardíaco.

«Estes resultados clínicos não só abrem portas para novos estudos em grupos mais específicos de doentes, como reforçam as nossas expectativas de que esta terapia reúne as condições necessárias para avançar para comercialização porque é económica e logisticamente viável, estará amplamente disponível para aplicação e será também compatível com os padrões atuais de tratamento clínico e, por isso, de fácil aplicação», sublinha a investigadora.

Envie este conteúdo a outra pessoa