Portugal vai participar no maior estudo mundial sobre necessidades de diabéticos 0 81

Portugal vai participar no maior estudo mundial sobre necessidades de diabéticos

25 de Novembro de 2016

Portugal vai participar no maior estudo mundial sobre as necessidades das pessoas com diabetes que analisa atitudes, desejos e necessidades das pessoas com diabetes e também dos familiares e profissionais de saúde que com eles convivem.

Trata-se do estudo “Dawn2”, uma investigação mundial que envolve mais de 15 mil pessoas de 18 países e vai contar pela primeira vez com a participação de Portugal, o que «faz todo o sentido», tendo em conta que «é o país da Europa com a mais alta prevalência de diabetes», segundo o diretor clínico da Associação Protetora dos Diabéticos de Portugal (APDP), João Raposo.

O estudo arranca amanhã e, em Portugal, será conduzido pela APDP, noticiou a “Lusa”.

«Os resultados do estudo serão usados para identificar formas de melhorar a assistência e o apoio a pessoas com diabetes e às pessoas que lhes são próximas», adiantou João Raposo.

Os resultados do “Dawn2”, referentes a 17 países (Argélia, Canadá, China, Dinamarca, França, Alemanha, India, Itália, Japão, México, Holanda, Polónia, Rússia, Espanha, Turquia, Reino Unido, Estados Unidos da América), mostram que «a doença tem um impacto negativo em vários aspetos do quotidiano e na qualidade de vida das pessoas com diabetes e dos seus familiares».

«A educação desempenha um papel vital para melhorar a condição e a qualidade de vida das pessoas com diabetes», adiantam os resultados do estudo já conhecidos e ainda sem a participação de Portugal.

Outra conclusão já conhecida é que «cerca de metade dos participantes do estudo nunca frequentaram um programa educacional».

O Dawn2 revelou que uma em cada cinco pessoas com diabetes já se sentiram discriminados devido à sua condição.

Envie este conteúdo a outra pessoa