PJ detém em Mesão Frio farmacêutico suspeito de fraude ao SNS 0 139

PJ detém em Mesão Frio farmacêutico suspeito de fraude ao SNS

15 de dezembro de 2016

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um farmacêutico de Mesão Frio que é suspeito de fraude ao SNS e está indiciado por burla qualificada, corrupção, falsificação de documento agravado e falsidade informática.

Ao longo deste ano, a Diretoria do Norte da PJ realizou já 25 buscas em farmácias, tendo resultado destas ações a detenção de nove farmacêuticos e de um médico. O valor de fraude já apurado é de cerca de seis milhões de euros.

No caso da detenção agora anunciada em Mesão Frio, distrito de Vila Real, o suspeito tem 36 anos e é proprietário e diretor da farmácia visada pela investigação.

Em comunicado, a Judiciária explica que realizou as buscas de Mesão Frio no âmbito de investigações a práticas de fraude ao SNS, em inquéritos titulados pelo Ministério Público – Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Porto.

No decorrer desta operação foi detido o farmacêutico que está «fortemente indiciado pelos crimes de burla qualificada, corrupção, falsificação de documento agravado e falsidade informática», destaca a polícia.

De acordo com os elementos apurados pela investigação, a atividade criminosa «passava por um esquema fraudulento de venda fictícia de medicamentos através da emissão de receitas médicas fictícias, a fim de que a taxa de comparticipação paga pelo Estado revertesse para os suspeitos», citou a “Lusa”.

A PJ referiu que a investigação prossegue no sentido de determinar todas as condutas criminosas e o seu alcance, bem como o prejuízo total causado ao Estado português através de comparticipações obtidas fraudulentamente do SNS.

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.

Envie este conteúdo a outra pessoa