OncoDNA apresenta o seu Package Plus: testes adicionais por tipo de tumor que são combinados com a análise por ultra-sequenciação de 313 genes 80

A OncoDNA, empresa especializada em medicina de precisão para o tratamento e diagnóstico do cancro, apresentou o seu novo Package Plus: testes adicionais por tipo de tumor combinados com análise por ultra-sequenciação de 313 genes. Isso inclui testes de IHC associados a terapias direcionadas, quimioterapias e terapias hormonais, metilação do ADN, instabilidade de microssatélites (MSI) e estudo de fusões (incluindo NTRK).

Trata-se de um serviço completo, adaptado ao tumor do doente, que visa oferecer a oncologistas e patologistas todas as informações possíveis sobre as peculiaridades de cada cancro, explicadas de forma clara. Tudo isso para fornecer de forma rápida e fácil o tratamento mais eficaz e menos tóxico para cada doente.

A OncoDNA conta com o aval de uma infinidade de oncologistas que usam os seus serviços de perfil e informações moleculares. Até o momento, mais de 1.000 pessoas de 30 países, localizadas em quatro continentes, foram tratadas com base nas informações fornecidas pelos testes do Package Plus. De facto, 92% dos oncologistas que optaram por essa via garantem que os dados criaram uma melhor visão clínica dos seus doentes.

Provas personalizadas
A versão atualizada do Package Plus, realizada em conjunto com os testes OncoDEEP e OncoSTRAT&GO, inclui testes IHC específicos para quimioterapia, imunoterapia e outras terapias direcionadas. E também outros testes moleculares para determinar os tratamentos mais avançados.

Dependendo de cada tipo de tumor, a OncoDNA realiza um conjunto específico de IHC e análises moleculares para concluir os resultados do sequenciamento (NGS) e fornecer informações mais precisas sobre o perfil do tumor: recetores hormonais, infiltração de células T CD8, expressão de PD-L1, HER2, PTEN, MSI, etc. Além disso, usa um painel de fusão de ARN específico para detetar os eventos de salto de EGFRvIII e MET do exon 14, juntamente com as principais fusões em ALK, BRAF, FGFR, NRG1, NTRK, RET e ROS1 e seleciona mutações pontuais em 14 principais alvos genéticos.

É especialmente eficaz (mais de 75% de taxa de resposta) nos casos em que os tumores com fusão NTRK positiva são estudados usando um inibidor da NTRK. “No OncoSTRAT&GO, a fusão NTRK é analisada no nível do ARN para todos os tipos de tumores. No OncoDEEP, a fusão do NTRK ARN é analisada para cinco tipos de tumores: cancro do pulmão de células não pequenas (NSCLC), cancro da bexiga (urotelial), colangiocarcinoma, cancro da tiróide e glioblastoma pediátrico”, explica Adriana Terrádez, diretora da OncoDNA para Espanha, Portugal e América Latina.

Para outros tumores, é realizada a IHC para NTRK e, se o resultado for positivo, o oncologista é informado e ajudado a encontrar o medicamento mais adequado.

“Usando o OncoSTRAT&GO, e dependendo do tipo de tumor, focaremos no ADN do tumor em circulação para decifrar a heterogeneidade do tumor ou o ADN das células sanguíneas para estudar as alterações específicas do gene da linha germinativa relacionadas ao fenótipo BRCAness, que são difíceis de detetar em amostras de tecido embebido em parafina e tecido fixo em formalina (FFPE) “, indica Terrádez.

Envie este conteúdo a outra pessoa