Novo tipo de célula T com potencial para combater todos os tipos de cancro 560

Cientistas de Cardiff descobriram uma célula T equipada com um novo tipo de recetor de células T (TCR), que reconhece e mata a maioria dos tipos de cancro humano, enquanto ignora as células saudáveis.

O TCR reconhece uma molécula presente na superfície de uma ampla gama de células cancerígenas, bem como em muitas das células normais do organismo, mas é capaz de distinguir entre células saudáveis e células cancerígenas, eliminando apenas as últimas.

Os investigadores consideram que isto proporciona “oportunidades empolgantes para imunoterapias” que até aqui não existiam. E para testar o potencial terapêutico, estas células foram injetadas em ratos alterados geneticamente para terem um sistema imunológico igual ao humano e também tumores cancerígenos humanos. As células T revelaram ter capacidade para destruir cancros do pulmão, pele, sangue, mama, osso, próstata, entre outros, e, ao mesmo tempo, poupar as células saudáveis.

O principal autor do estudo e especialista em células T, Andrew Sewell, afirmou, citado pelo ‘Diário de Notícias’ que é “altamente invulgar” encontrar uma célula de defesa capaz de destruir tantos tipos de cancro ao mesmo tempo. A comprovar-se, abre possibilidades para um tratamento universal.

“Esperamos que esta nova célula ofereça um caminho diferente para detetar e destruir um amplo grupo de cancros em todos os indivíduos”, afirmou Sewell. “As atuais terapias com células de defesa disponíveis só podem ser usadas numa minoria de doentes e para um número reduzido de casos de cancros”.

Os resultados deste trabalho científico foram divulgados na científica “Nature Immunology”.

Envie este conteúdo a outra pessoa