Novas medidas de segurança para medicamentos com metotrexato 0 449

O Infarmed veio alertar, através de informação divulgada no seu site, que o Comité de Avaliação do Risco em Farmacovigilância (PRAC) da Agência Europeia de Medicamento (EMA na sigla inglesa) recomenda a adoção de novas medidas de segurança para evitar erros de administração em medicamentos contendo metotrexato.

Este está indicado para o tratamento de doenças inflamatórias e para o tratamento de doenças oncológicas, e dependendo da doença em si, as doses ministradas variam. No caso das doenças inflamatórias, como a artrite e a psoríase, o metotrexato é administrado uma vez por semana, já para determinados tipos de cancro a administração é mais frequente e com doses superiores.

Estas novas medidas de segurança advêm de erros verificados na prescrição, dispensa e na administração destes medicamentos pelos doentes, que levaram à ocorrência de reações graves, até casos fatais.

Posto isto, a EMA e o Infarmed recomendam a adoção de várias medidas adicionais. A partir de agora os medicamentos contendo metotrexato só podem ser prescritos por médicos com experiência na sua utilização, e todos os profissionais de saúde devem assegurar-se que os doentes compreendem a administração do mesmo.

Para além disso, a embalagem destes medicamentos deve incluir um aviso destacando a forma de administração do medicamento, e deve ser excluída informação para dividir a dose. Mais, as formulações orais de metotrexato devem ser disponibilizadas em embalagens contendo blisters para permitir que os doentes façam o acompanhamento da toma semanal.

Os profissionais de saúde devem também passar a disponibilizar aos doentes materiais educacionais,sobre a toma destes medicamentos.

Em Portugal, só estão autorizados os seguintes medicamentos contendo metotrexato: Fauldexato, Jylamvo (oral), Ledertrexato (oral), Metex, Metex PEN, Metotrexato Accord, Metotrexato Actavis, Metotrexato Teva e Nordimet.

Todas estas recomendações do PRAC vão ser enviadas ao Comité dos Medicamentos para Uso Humano da EMA (CHMP), que irá adotar uma opinião final.

Envie este conteúdo a outra pessoa