MSD apresenta últimos resultados da combinação terapêutica para cancro do pulmão 0 163

MSD apresenta últimos resultados da combinação terapêutica para cancro do pulmão

 


06 de julho de 2017

A MSD apresentou os seus mais recentes dados referentes ao uso de Keytruda, no Encontro Anual de 2017, da American Society of Clinical Oncology (ASCO), em Chicago.

O uso de Keytruda, em simultâneo com o pemetrexedo e a carboplatina, para tratamento do carcinoma do pulmão de células não pequenas (CPCNP) não-escamoso e avançado, mostrou ser benéfico, refletindo-se na taxa de resposta global e na sobrevivência livre de progressão.

«Com um seguimento de cinco meses adicionais, estamos a observar benefícios contínuos na taxa de resposta global e na sobrevivência livre de progressão com o Keytruda mais pemetrexedo/carboplatina», afirmou, citada em comunicado, Vassiliki Papadimitrakopoulou, chefe da secção de oncologia médica torácica no MD Anderson Cancer Center da Universidade do Texas.

«Existe há décadas uma necessidade significativa não satisfeita no cancro do pulmão e estamos agora a constatar que a administração concomitante do Keytruda com o pemetrexedo e a carboplatina revela um benefício contínuo para doentes com carcinoma do pulmão de células não-pequenas não-escamoso e metastático no tratamento de primeira linha desta doença», afirmou Roger Dansey, vice-presidente sénior e responsável da área terapêutica da Merck Research Laboratories, departamento de desenvolvimento oncológico em fase tardia.

«Sentimo-nos incentivados por estes dados adicionais e esperamos continuar a estudar esta administração concomitante através do nosso programa de investigação clínica em curso», concluiu.

Envie este conteúdo a outra pessoa