Medicamento à base de canábis prescrito apenas 21 vezes desde 2012 0 95

Medicamento à base de canábis prescrito apenas 21 vezes desde 2012

 


26 de fevereiro de 2018

Autorizado desde 2012 em Portugal o Sativex, o único medicamento com extrato de canábis dispensado em território nacional, foi prescrito apenas 21 vezes. O seu uso está indicado para a melhoria de sintomas de espasmos e rigidez muscular em doentes com esclerose múltipla.

De acordo com o jornal “Público”, esta informação consta de uma resposta do Ministério da Saúde enviada ao PCP, na sequência de perguntas colocadas sobre o uso terapêutico da canábis em Portugal. De acordo com o INFARMED, que o ministério consultou para dar as respostas, «em meio ambulatório não existe qualquer registo de dispensa deste medicamento». E em meio hospitalar, o único que existe diz respeito ao pedido feito pelo Centro Hospitalar Lisboa Central, que inclui o Hospital São José e mais cinco unidades.

Neste caso, existe reporte de consumo em 2016 e 2017, «num total de 21 unidades». O medicamento exige uma receita médica especial, não é comparticipado e tem um custo a rondar os 500 euros.

O INFARMED diz ainda que «não tem conhecimento de qualquer situação de impedimento ou condicionamento no acesso ao referido medicamento».

O Sativex está indicado como tratamento para a melhoria de sintomas de espasticidade moderada a grave em doentes com esclerose múltipla, que não responderam a outra medicação e que tenham mostrado uma «melhoria clinicamente significativa dos sintomas durante um ensaio inicial da terapêutica», explicou o INFARMED na resposta dada ao PCP.

Envie este conteúdo a outra pessoa