Lilly recebe “luz verde” para produzir cópia de insulina da Sanofi 260

Lilly recebe “luz verde” para produzir cópia de insulina da Sanofi

27 de junho de 2014

Os reguladores europeus recomendaram, pela primeira vez, a aprovação de uma cópia de insulina para doentes diabéticos, noticia a agência “Reuters”. Uma ameaça para os fabricantes franceses da Sanofi SASY.PA cuja insulina líder de vendas, Lantus, vai ter de enfrentar um rival mais barato em 2015.

 

O novo medicamento, conhecido como Abasria, é fabricado pela Eli Lilly LLY.N nos Estados Unidos como uma versão biossimilar da insulina Lantus da Sanofi, que rende anualmente cerca 8 biliões de dólares à farmacêutica francesa. A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) afirma que os estudos clínicos demonstram que o Abasria tem um perfil de qualidade, segurança e eficácia comparável ao Lantus.

 

A “luz verde” da EMA dada à Lilly e à sua parceira, a Boehringer Ingelheim, é um marco importante no desenvolvimento de medicamentos biossimilares, que prometem reduzir custos significativos com tratamentos.

 

A “Reuters” avança que, de acordo com especialistas da indústria farmacêutica, é expectável que a nova cópia tenha um preço significativamente mais baixo do que o Lantus de forma a atrair pacientes e profissionais de saúde.

 

O parecer positivo da EMA segue agora para aprovação final da Comissão Europeia, mas a Lilly só poderá lançar o produto em maio de 2015, altura em que “cai” a patente da Sanofi.

Envie este conteúdo a outra pessoa