João Correia da Silva: “Equipas felizes são mais produtivas” 0 411

Desde as 14:30 que está a decorrer no Centro de Congressos de Tróia, o Rethinking Pharmacy, Fórum de discussão para promover o debate sobre a Farmácia em Portugal.

O evento começou com uma sessão dedicada ao “Recrutamento e Retenção de Talentos, com João Correia da Silva como moderador.

Este painel contou com a presença de Carlos Afonso (Coordenador do Observatório da Empregabilidade no Sector Farmacêutico), Marta Jaime (Fundadora da Mind\Us), João Rosa (Farmacêutico, Farmácia Bessa em Cucujães), e Mariana Oliveira (Presidente Associação Portuguesa Estudantes de Farmácia).

João Correia da Silva, Professor da Faculdade de Economia da Universidade do Porto começou por afirmar que “equipas felizes são mais produtivas”.

Carlos Afonso, Coordenador do Observatório da Empregabilidade no Sector Farmacêutico reforçou esta ideia com dados do Observatório da Empregabilidade no Setor Farmacêutico, da Ordem dos Farmacêuticos (OF), indicando que “78% dos farmacêuticos inquiridos que trabalham em Farmácia Comunitária estão muito satisfeitos ou satisfeitos”.

“De acordo com o estudo de empregabilidade do setor farmacêutico da OF quase 40% são de Farmácia Comunitária”, sublinha Carlos Afonso.

Para o Coordenador do Observatório a Farmácia Comunitária do Séc. XXI “é uma farmácia centrada nas pessoas, eficaz e segura. justa e honesta, interveniente e transversal, acessível, integrada no ambiente da saúde com um elevado padrão de qualidade”.

O evento decorre ainda com mais um painel, este dedicado ao Rethinking Supply Chain Management “Da prateleira para a cabeceira”, com moderação de Ema Paulino (Ordem dos Farmacêuticos), e que conta com João Silveira Lobo (Professor de Economia, Nova School of Business and Economics), Tiago Galvão (Chief Executive Officer Alliance Healthcare) e Luisa Santos (Pharmacy Marketing & Sales Manager, Novartis).

Envie este conteúdo a outra pessoa