Investigadores distinguidos com Prémio da Fundação Grünenthal 292

Investigadores distinguidos com Prémio da Fundação Grünenthal

13 de outubro de 2014

O Prémio Grünenthal Dor, atribuído pela fundação com o mesmo nome, vai ser entregue sexta-feira a dois grupos de investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), avançou a “Lusa”.

O Prémio de Investigação Básica, avaliado em 7.500 euros, foi atribuído ao trabalho “Administração intratecal de toxina botulínica do tipo A melhora o funcionamento da bexiga e reduz a dor em ratos com cistite”, da autoria de Ana Coelho, Raquel Oliveira, Ornella Rossetto, Francisco Cruz, Célia Duarte Cruz e António Avelino, da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e do Instituto de Biologia Molecular e Celular (FMUP/IBMC).

O galardão do Prémio de Investigação Clínica, também de 7.500 euros, distingue o trabalho “Dor crónica e utilização de serviços de saúde – Poderá existir sobreutilização de exames complementares de diagnóstico e iniquidades na utilização de tratamentos não-farmacológicos” da autoria de Luís Azevedo, Altamiro da Costa Pereira, Liliane Mendonça, Cláudia Camila Dias e José Manuel Castro Lopes, da FMUP.

A Fundação Grünenthal é uma entidade sem fins lucrativos que tem por fim primordial a investigação e a cultura científica na área das ciências médicas, com particular dedicação ao âmbito da dor e respetivo tratamento.

Envie este conteúdo a outra pessoa