Infarmed determinou suspensão imediata do medicamento Champix 298

A Autoridade Nacional do Medicamento e de Produtos de Saúde (Infarmed) determinou, esta sexta-feira, a suspensão imediata da comercialização dos medicamentos Champix (0,5 mg) e (1 mg), por terem sido detetados valores elevados de uma impureza.

Os laboratórios da Pfizer confirmaram que foi detetada a presença da impureza N-nitroso vareniclina acima do limite de ingestão diária aceitável, determinado pela Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla inglesa).

Face ao exposto, o Infarmed determinou a suspensão imediata da comercialização dos seguintes lotes:

Além disso, o Infarmed informou, em comunicado, que as entidades que possuam estes lotes de medicamento em stock devem proceder à sua devolução.  

A Autoridade Nacional do Medicamento pediu aos doentes que tomaram estes medicamentos para se deslocarem, logo que possível, aos respetivos médicos, com o intuito de substituírem os lotes em questão por outros alternativos.

Para consultar mais informações, clique aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa