Infarmed aprovou Revestive para utilização no SNS 377

A Takeda Portugal anunciou que a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. (Infarmed) aprovou o medicamento Revestive (teduglutido), indicação adulta e pediátrica, para utilização no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Revestive (teduglutido), um tratamento na Síndrome do Intestino Curto (SIC), é indicado para o tratamento de doentes com 1 ano de idade ou mais. Os doentes devem estar estáveis após um período de adaptação intestinal depois da cirurgia.

Revestive (teduglutido) melhora a capacidade de absorção intestinal de nutrientes e líquidos, permitindo uma maior autonomia relativamente ao aporte endovenoso de nutrientes, reduzindo o risco de complicações e melhorando a qualidade de vida dos doentes.

Segundo as conclusões da avaliação prévia de Revestive (teduglutido) em meio hospitalar, existe sugestão de valor terapêutico acrescentado não quantificável no tratamento doentes com 1 a 17 anos com Síndrome do Intestino Curto, estáveis após um período de adaptação intestinal depois da cirurgia, dependentes de nutrição parentérica há pelo menos 1 ano. Na avaliação da evidência, existiu uma tendência para redução do volume/frequência/duração da nutrição parentérica.

Na avaliação económica, os resultados associados à introdução do medicamento Revestive no arsenal terapêutico, foram considerados aceitáveis, depois de negociadas condições para utilização pelos hospitais e entidades do SNS, tendo em atenção as características específicas do medicamento e da doença em causa.

A Síndrome do Intestino Curto (SIC) é uma doença rara e que afeta significativamente a qualidade de vida dos doentes, resultante de uma incapacidade do intestino para absorver os nutrientes e os líquidos necessários provenientes da alimentação, devido a uma resseção considerável do intestino. O controlo da SIC implica terapêutica nutricional, nomeadamente através do aporte artificial de nutrientes e fluidos por via endovenosa (suporte parentérico).

Envie este conteúdo a outra pessoa