Infarmed aprova financiamento de Keytruda 552

De acordo com um comunicado divulgado, a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. (Infarmed) aprovou o financiamento de Keytruda (pembrolizumab) em combinação com pemetrexedo e quimioterapia contendo platina (cisplatina ou carboplatina) para o tratamento de primeira linha de doentes com cancro do pulmão de células não-pequenas, não-escamoso, metastático, sem mutações tumorais EGFR ou ALK.

Keytruda (pembrolizumab) é um anticorpo monoclonal humanizado que atua através do aumento da capacidade de resposta imunitária do próprio organismo contra células tumorais.

Esta decisão tem por base os resultados do ensaio clínico de fase 3, KEYNOTE-189, que demonstrou que pembrolizumab em combinação com pemetrexedo e quimioterapia contendo platina aumenta significativamente a sobrevivência global e sobrevivência livre de progressão comparado com quimioterapia isolada.

“Estamos profundamente orgulhosos na forma como a nossa ciência tem contribuído decisivamente para a esperança das pessoas com cancro do pulmão. Compreendemos o impacto desta terrível doença no doente e para quem o acompanha. É por isso que esta decisão de financiamento nos deixa muito satisfeitos e a sentir que a aposta que temos feito na investigação e desenvolvimento é um compromisso para a vida”, afirmou Vitor Virgínia, Diretor Geral da MSD Portugal.

Envie este conteúdo a outra pessoa