Infarmed anuncia que Tafixyl está indisponível até ao final do ano 575

A Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde, I.P. (Infarmed) anunciou que o Tafixyl, o único medicamento contendo ácido tranexâmico para administração oral disponível em Portugal, vai estar indisponível no mercado até ao final do ano.

De acordo com um comunicado divulgado, o Infarmed indica que “o Tafixyl, comprimido revestido por película, 500 mg está em rutura de stock” desde a passada quinta-feira, “até finais de dezembro”.

De acordo com o Infarmed “este medicamento é um antifibrinolítico, indicado no tratamento da hiperfibrinólise primária ou fibrinogenólise com hemorragia ou risco de hemorragia, fibrinólise secundária e angioedema hereditário”, refere a autoridade do medicamento”.

A Autoridade do Medicamento indica ainda que “é essencial” que os médicos e os farmacêuticos façam uma gestão criteriosa desta utilização para garantir o acesso ao medicamento aos doentes que não disponham de alternativas.

“Para os doentes que apresentem intolerância ao ácido aminocapróico, os prescritores poderão considerar a possibilidade de prescrever o medicamento Tafixyl, uma vez que o titular de autorização de introdução no mercado (Pharma Bavaria Internacional (PBI) Portugal, Unipessoal Lda.) dispõe de um stock de emergência limitado para estas situações”, informa o Infarmed.

Envie este conteúdo a outra pessoa