Inaugurou primeira fábrica em Portugal de transformação de canabis em medicamentos 0 343

A Tilray, empresa canadiana, inaugurou esta quarta-feira em Cantanhede, uma unidade de produção e distribuição de canabis medicinal. As primeiras exportações de canabis e produtos derivados deverão dar-se no Verão, estima Brendan Kennedy, CEO da empresa.

A Tilray é a única empresa com autorização do INFARMED para transformar o produto em solo nacional, avança notícia do “Público”. A autorização do INFARMED abrange o cultivo, importação e exportação de canabis medicinal a granel e foi concedida em 2017. No entanto, a empresa continua a aguardar a aprovação dos pedidos pendentes de licença de fabrico e certificado de boas práticas de fabrico, sem os quais não tem autorização para fabricar e distribuir produtos acabados de canabis medicinal.

Os produtos desenvolvidos pela empresa canadiana vão de flores inteiras ou moídas de canabis a óleos e compostos clínicos. Segundo o responsável, destinam-se a situações de dor crónica, quimioterapia ou epilepsia pediátrica, por exemplo.

Quando a empresa canadiana iniciou o procedimento de licenciamento para plantar canabis em Cantanhede, a ideia era fazer de Portugal o ponto de entrada no mercado europeu. As plantas seriam cá produzidas para depois serem distribuídas por outros países. No entanto, as recentes alterações na legislação portuguesa abrem a porta à existência também de um mercado português. «Não estávamos a construir para o mercado português porque não havia um», explicou Brendan Kennedy, em conferência de imprensa, na inauguração da unidade onde serão produzidos produtos de canabis medicinal e medicamentos derivados de canabinóides. A fonte informa que, ainda assim, os responsáveis ficaram entusiasmados quando o governo português comunicou a legalização da canabis medicinal, avançando que esse acabou por ser um «benefício desconhecido» à partida.

A localização da unidade no valor de 20 milhões que atualmente emprega 109 trabalhadores foi escolhida com base no clima e na mão-de-obra qualificada, foi explicado. A primeira colheita da plantação exterior foi feita em outubro de 2018 e a colheita da primeira da plantação interior foi realizada já em fevereiro deste ano. A Tilray não divulga o número de pés que tem em Cantanhede nem a capacidade de produção anual, por questões de segurança e segredo de mercado, adianta a fonte. As áreas das instalações englobam 24 mil metros quadrados, com áreas de cultivo interior, exterior e em estufa, assim como laboratórios e locais de processamento, embalamento e distribuição.

Atualmente, a empresa produz no Canadá e exporta para 13 países, mas o CEO da Tilray espera começar a exportar a partir de Portugal no Verão. «É impossível saber» e extensão do mercado mundial de medicamentos à base de canabis, afirma. «Sabemos que os pacientes e médicos estão a substituir medicamentos prescritos por canabis medicinal. O que não sabemos é até que ponto essa substituição está a acontecer», conclui o responsável.

Envie este conteúdo a outra pessoa