Hepatite C nas prisões: Reclusos vão ter acesso aos tratamentos 0 155

Hepatite C nas prisões: Reclusos vão ter acesso aos tratamentos

 

 

01 de agosto de 2017

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, reconheceu que os presos não têm tido o mesmo acesso que o resto da população aos tratamentos contra a hepatite C. E são mais de 1500 aqueles que dele necessitam. Esta é uma situação que o Governo conta inverter com protocolos de cooperação ontem assinados.

Numa visita ao Hospital Prisional São João de Deus, em Caxias, com o objetivo de acompanhar a implementação de um despacho que visa melhorar o acesso da população reclusa ao Sistema Nacional de Saúde, de forma igualitária à restante população, Fernando Araújo admitiu ser da responsabilidade da «Saúde, em articulação com a Justiça, encontrar soluções adequadas» para estes doentes.

De acordo com os protocolos ontem assinados, os profissionais de saúde dos hospitais de referência das prisões irão deslocar-se a estas instituições para administrar os tratamentos, nomeadamente ao nível das infeções víricas, avança a “Lusa”.

Fernando Araújo garantiu que «é tempo de olhar para as populações que não têm tido este tipo de tratamento – toxicodependentes, reclusos e migrantes». «Queremos que esta população não esteja esquecida», sublinhou.

Envie este conteúdo a outra pessoa