GSK e Pfizer em joint-venture para gestão da divisão de saúde do consumidor 0 374

As farmacêuticas GSK e Pfizer acordaram unir os seus negócios na área da saúde do consumidor, numa atividade que totaliza um volume de receitas de cerca de 12,7 mil milhões de dólares, avança o site “FirstWord Pharma”. Espera-se que o acordo seja concretizado no segundo semestre de 2019.

Com 68% de posse, a britânica GSK terá posição maioritária do negócio conjunto e espera cotá-lo em bolsa nos próximos três anos.

Segundo as declarações da GlaxoSmithKline, o acordo também «estabelece as bases» para a divisão do laboratório farmacêutico em duas novas empresas globais com sede no Reino Unido: uma focada em produtos farmacêuticos e vacinas e outra em saúde do consumidor.

As marcas Sensodyne, Voltaren e Panadol, propriedade da GSK, passam assim a fazer parte do grupo das marcas Advil, Centrum e Caltrate, da Pfizer.

Envie este conteúdo a outra pessoa