Gripe: Começa a administração de mais de dois milhões de vacinas 318

A vacinação contra a gripe arranca em Portugal, esta segunda-feira, dia 27 de setembro, mais cedo do que o habitual devido à pandemia de covid-19.

De acordo com a Direção-Geral da Saúde (DGS), há cerca de 2,24 milhões de vacinas para serem distribuídas gratuitamente a grupos de risco pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS).

A primeira fase da vacinação gratuita, que hoje começa, é destinada a residentes, utentes e profissionais de estabelecimentos de respostas sociais, doentes e profissionais da rede de cuidados continuados integrados e profissionais do SNS e grávidas.

Na segunda fase, também ela gratuita, será para as pessoas com idade igual ou superior a 65 anos e pessoas portadoras de doenças ou outras condições previstas na norma da vacinação contra a gripe 2021/22.

Para a época gripal de 2021/2022, haverá 2,24 milhões de doses de vacinas contra a gripe, mais cerca de 146.000 doses face à época gripal 2020/2021, o que representa um aumento de 7%.

Tal como tem acontecido nos últimos anos, as vacinas disponíveis em Portugal serão tetravalentes, incluindo quatro tipos de vírus da gripe: dois do tipo A e dois do tipo B.

A DGS recomenda a vacina contra a gripe aos grupos prioritários da população.

Em Portugal, a vacina é gratuita para cidadãos a partir dos 65 anos, para residentes e internados em instituições, mas também para um grupo de pessoas com doenças específicas, profissionais de saúde do SNS e para os bombeiros.

Envie este conteúdo a outra pessoa