Grande parte dos portugueses não necessita de apoio para deixar de fumar 280

Grande parte dos portugueses não necessita de apoio para deixar de fumar

02 de Março de 2014

A grande maioria dos portugueses não necessita de apoio para deixar de fumar. O relatório “Portugal – Prevenção e Controlo do Tabagismo em Números” revelou que 92,1% dos portugueses que abandonaram o vício não precisaram de ajuda especializada para o fazerem.

No entanto, invertendo a tendência dos últimos anos, a procura de consultas aumentou. Registaram-se 22.358 em 2013 e 26.008 em 2014: realizaram-se, portanto, mais 3.650 sessões de apoio, de acordo com informação avançada pelo “Jornal de Notícias”.

O relatório revela ainda que o número de ex-fumadores aumentou transversalmente, de 16% para 21,7%: Nos homens a subida deu-se de 26% para 31,8% e nas mulheres de 6,9 para 12,9%.

Envie este conteúdo a outra pessoa