Governo já tem plano para comunicar 1º caso de ébola 0 128

Governo já tem plano para comunicar 1º caso de ébola

17 de outubro de 2014

 

O Ministério da Saúde aprovou quarta-feira um documento que detalha o plano de comunicação de resposta ao ébola. O esboço, a que o “Diário Económico” teve acesso, pretende promover informação, orientar os cidadãos na procura de cuidados de saúde e evitar o alarme público. 

 

De acordo com o documento, deverá ser realizada uma conferência de imprensa «para anúncio célere do primeiro caso», ao mais alto nível, de preferência com a presença do ministro da Saúde, do Director-Geral da Saúde e de outros membros da Plataforma da Resposta a Doença por Vírus do Ébola. Os casos seguintes serão comunicados pela DGS, «preferencialmente em conferência de imprensa», lê-se no documento citado pelo “Diário Económico”.

 

De momento, as acções estão focadas na prevenção. Numa primeira fase serão produzidos cartazes e folhetos com informação sobre a doença, sintomas e formas de transmissão, a distribuir em hospitais, centros de saúde, farmácias, câmaras e juntas de freguesia, transportes públicos e escolas. Posteriormente, serão criados spots publicitários para televisão, rádio e internet e será ainda avaliada a hipótese de criar uma aplicação para smartphones com informação sobre a doença. 

 

O Governo assume que é preciso construir um elo de confiança com o público através de uma comunicação transparente, célere, pró-activa e em tempo real, que diminua rumores e desinformação.

Envie este conteúdo a outra pessoa