Exploratório de Coimbra quer levar a ciência às unidades de saúde 0 72

Exploratório de Coimbra quer levar a ciência às unidades de saúde

21 de Outubro de 2016

O Exploratório de Coimbra vai levar a ciência em formato de módulos interativos às unidades de saúde da cidade, começando o projeto nas salas de espera do Centro Cirúrgico de Coimbra, segundo o diretor.

A iniciativa, designada a “A ciência faz bem”, esteve em teste “durante um mês e meio”, no Centro Cirúrgico de Coimbra (CCC), e é apresentada hoje naquela unidade de saúde privada, disse à agência “Lusa” o diretor do Exploratório, Paulo Trincão.

No CCC, foram instalados oito módulos interativos que «ilustram pequenas experiências, da ilusão ótica à mecânica ou à energia cinética», de compreensão imediata para as crianças, que podem mexer e experimentar enquanto esperam por uma consulta, explicou.

Quando uma criança «vai a um consultório médico, mesmo que seja numa consulta de rotina, há sempre algum stress inerente ao processo», sendo que os módulos de ciência pretendem tornar a passagem da criança pela unidade de saúde “mais agradável”, frisou.

O projeto surgiu numa perspetiva «geral de o Exploratório alargar as suas atividades a toda a comunidade envolvente», afirmou Paulo Trincão, sublinhando que aquela estrutura tem o objetivo de levar os módulos a outras unidades de saúde, estando em perspetiva uma colaboração com o Hospital Pediátrico de Coimbra e com a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM).

«Se a sociedade receber bem o projeto, pode estruturar-se de forma mais continuada», avançou.

A apresentação da iniciativa realiza-se hoje, pelas 11:00, no Centro Cirúrgico de Coimbra.

Envie este conteúdo a outra pessoa