EUA solicitam informações de 14 farmacêuticas perante aumento do preço dos genéricos 0 105

EUA solicitam informações de 14 farmacêuticas perante aumento do preço dos genéricos

13 de outubro de 2014

Dois membros do Congresso norte-americano escreveram a 14 farmacêuticas, incluindo a Actavis, Mylan e Teva, solicitando «informações sobre os crescentes preços que têm cobrado por medicamentos genéricos», segundo o “FirstWord”.

Elijah E. Cummings, membro do House Committee on Oversight and Government Reform, observou que «é surpreendente verificar que os preços destes medicamentos aumentaram apenas em relação ao ano passado e nós queremos saber o motivo».

As cartas enviadas citam dados da Healthcare Supply Association, referentes a aquisições recentes de 10 medicamentos genéricos por empresas, nos últimos dois anos. Os dados mostram, por exemplo, que o preço do sulfato de albuterol, que é usado para tratar a asma e outras doenças do pulmão, aumentou 4.014%, enquanto o custo do antibiótico doxycycline cresceu 8.281%. Para além disso, o preço do glycopyrrolate, que é utilizado para prevenir a arritmia durante a cirurgia, aumentou 2.728%.

O senador, Bernard Sanders, comentou que «é inaceitável que os americanos paguem, até ao momento, os preços mais elevados do mundo pela prescrição de medicamentos». Sanders, que preside o Subcommittee on Primary Health and Aging, Senate Committee on Health, Education, Labor and Pensions, acrescentou que «os medicamentos genéricos foram criados para tornar a medicação acessível a milhões de americanos. Temos de explorar ao máximo esta enorme subida de preços».

Os congressistas pediram às empresas, incluindo a Apotex, a Dr. Reddy’s Laboratories, a Endo International e a Sun Pharmaceutical que facultassem informação desde 2012 até ao presente, incluindo as receitas totais brutas fruto da venda dos medicamentos, os valores pagos pelos fármacos, os fatores que contribuíram para o aumento dos preços e a identidade dos responsáveis das empresas pela definição dos preços.

Também foram abordadas outras empresas, nomeadamente a Global Pharmaceuticals, Heritage Pharmaceuticals, Lannett, Marathon Pharmaceuticals, Par Pharmaceutical, West-Ward Pharmaceutical e a Zydus Pharmaceuticals.

Comentando o assunto, um porta-voz da Dr. Reddy’s revelou que «a empresa está a preparar a resposta à notificação enviada e acredita que vai ser bem-sucedida nas respostas às questões colocadas», acrescentando que a farmacêutica «não aumentou os preços dos produtos mencionados na notificação».

Envie este conteúdo a outra pessoa