Estudo: Taxa de mortalidade da covid-19 concentra‐se nos grupos etários mais avançados 209

De acordo com um estudo divulgado na Newsletter nº78 do Instituto de Saúde Baseada na Evidência (ISBE), a taxa de mortalidade por covid‐19 concentra‐se nos grupos etários mais avançados.

O estudo, denominado por “Age‐specific mortality and immunity patterns of SARS‐CoV‐2“, é da autoria de Megan O’Driscoll, Gabriel Ribeiro Dos Santos, Lin Wang, Derek A. T. Cummings, Andrew S. Azman, Juliette Paireau, Arnaud Fontanet, Simon Cauchemez e Henrik Salje.

O estudo foi publicado na revista cientifica Nature e procurou determinar a taxa de mortalidade da infeção pelo SARS‐CoV‐2 em diferentes grupos etários em 45 países.

A investigação utilizou dados de 22 pesquisas de seroprevalência. Seguidamente, basearam‐se em dados específicos por grupo etário para estimar a taxa de mortalidade por infeção (TMI) em cada um destes estratos.

Os resultados indicam uma TMI de 1 em cada 100.000 casos entre os 5 e 9 anos, há 1 em 1.000 casos entre os 25 e 29 anos, há 1 em 100 casos entre os 60 e os 64 anos, e acima de 80 anos existem 84 em cada 1.000 casos.

A TMI por país foi consistente para grupos de idades mais jovens, mas variou consideravelmente nos grupos com mais de 65 anos. Contudo, no geral, a percentagem da população infetada variou de pouco mais de <0,01% na Ásia, a aproximadamente 13% nos Estados Unidos, e mais de 50% no México e no Perú, isto a 1 de setembro de 2020.

O estudo conclui que o risco de morte aumenta 0,59% a cada 5 anos de idade a partir dos 10 anos, sendo sempre mais elevado nos homens do que nas mulheres.

Pode consultar o estudo aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa