Estudo identifica 21 medicamentos existentes capazes de tratar a covid-19 261

Um estudo, realizado pelo Sanford Burnham Prebys Medical Discovery Institute, nos Estados Unidos, e publicado na revista Nature, identifica 21 medicamentos já existentes capazes de impedir a replicação do SARS-CoV-2, o vírus responsável pela covid-19.

A equipa, liderada por Sumit Chanda, analisou uma das maiores coleções mundiais de medicamentos apontados pela capacidade de bloquear a replicação do SARS-CoV-2 e encontraram a presença de, pelo menos, 100 moléculas com atividade antiviral confirmada em testes de laboratório.

Após essa análise, a equipa realizou testes e estudos de validação, incluindo a avaliação de medicamentos em biópsias de pulmão humano que foram infetadas pelo vírus, avaliação de medicamentos e estabelecimento de relações dose-resposta entre os medicamentos e a atividade antiviral.

Desses, 21 medicamentos foram considerados eficazes e seguros em pacientes. Por isso, neste momento, encontram-se a testar os 21 compostos em pequenos animais e em ‘mini pulmões’, que imitam o tecido humano.

Caso os resultados sejam favoráveis, os cientistas pretendem iniciar testes clínicos.

Consulte o estudo aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa