Encontro de Jovens Farmacêuticos defende “importância de uma SRN-OF próxima dos seus membros” 489

A candidatura pelo “Farmacêutico, por um Futuro Renovado”, realizou o Primeiro Encontro de Jovens Farmacêuticos, sobre o tema “Profissão Farmacêutica: que caminhos de futuro?”.

Este evento contou com mais de 50 jovens farmacêuticos, 5 dos quais Mandatários Jovens Distritais, que num clima de partilha, debateram os desafios da profissão.

Reconheceu-se a importância de uma SRN-OF próxima dos seus membros, mais inclusiva, com valor evidente para os mais jovens e capaz de construir soluções para os desafios da Profissão. Concordaram que a Classe precisa de uma Secção Regional mais forte, mais presente e mais ativa.

“A Ordem não pode ser uma estrutura figurativa para a qual se paga uma quota. Tem de acrescentar valor, tem de ser importante e necessária para os farmacêuticos”, concordaram.

Entendem que é inevitável e necessária a mudança de rumo com um novo entendimento de serviço a prestar aos seus constituintes, os farmacêuticos. Só assim “será possível fazer com que os jovens e futuros farmacêuticos vejam valor, participem e deem força à Ordem, porque não tem outro desígnio senão servir a classe”.

“É preciso ter assertividade e dinamismo, reagir, mas principalmente antecipar, acrescentar valor, ouvir e fazer-se ouvir e sobretudo olhar para a Classe como um grupo heterogéneo com muitas expetativas e necessidades”, referiu Célia Alves da Silva, líder da Candidatura.

A criação e o reconhecimento de competências farmacêuticas, a intercolaboração entre as várias áreas de atividade e a aprendizagem e formação pós-graduada foram alguns dos aspetos sugeridos pelos intervenientes.

Envie este conteúdo a outra pessoa