EMA PAULINO – “A farmácia é um negócio reativo. Alterar este estado de coisas é o grande desafio e a grande fragilidade que ficou exposta com a pandemia” 1258

Numa conversa entre colegas, Ema Paulino e António Hipólito de Aguiar discutem a remuneração do Ato Farmacêutico, a sustentabilidade das farmácias, o seu modelo de organização e as suas estruturas internacionais.

Envie este conteúdo a outra pessoa