Dinamarca vai contar com um centro internacional para lutar contra resistência a antibióticos 0 162

Um centro de investigação internacional para lutar contra a resistência aos antibióticos vai ser criado na Dinamarca, anunciou hoje o Governo dinamarquês.

A ministra da Saúde dinamarquesa, Elle Trane Norby, assinou hoje em Seattle, Estados Unidos, uma declaração de intenções com uma rede de laboratórios para criar o centro internacional para combater a resistência aos antibióticos, segundo um comunicado emitido acedido pela agência “Lusa”.

O futuro “Centro Internacional para Soluções Interdisciplinares sobre Resistência aos Antibióticos”, financiado pela Dinamarca e por capital privado, deve abrir no próximo ano e pode criar cerca de 500 postos de trabalho.

As infeções resistentes a antibióticos são um problema global, que afeta sobretudo os países mais desenvolvidos. Segundo um estudo do Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças, cerca de 33 mil pessoas morrem anualmente na Europa devido às resistências antimicrobianas.

A Organização Mundial da Saúde já emitiu vários alertas sobre o assunto, temendo que o mundo fique sem antibióticos eficazes, e pediu às farmacêuticas que ajudem a criar uma nova geração de fármacos capazes de lutar contra as chamadas superbactérias, muito resistentes a antibióticos.

Envie este conteúdo a outra pessoa