Dia Mundial da Alergia. Nove cuidados que deve reter para aliviar sintomas no verão 347

Na semana em que se assinala o Dia Mundial da Alergia, celebrado esta sexta-feira, a 8 de julho, a multinacional Bayer apresenta nove cuidados que deve reter para aliviar sintomas alérgico no verão.

“A chegada das temperaturas quentes é sinónimo de sol, campos com flores, praia, piscina e momentos de lazer, mas também acaba por ser o motor propulsor das alergias de exterior, que podem causar um grande desconforto e provocar a conhecida rinite alérgica”, explica a empresa especializada em ciência viva, saúde e nutrição.

Em comunicado, a Bayer explica que “as alergias de exterior são muitas vezes designadas por sazonais, uma vez que os sintomas aparecem apenas em determinadas épocas do ano, quando as árvores e as plantas polinizam”. Uma alergia é então “uma resposta exagerada do sistema imunitário desencadeada com a exposição a agentes normalmente encontrados no exterior, como o pólen de flores ou árvores, ácaros, pelos de animais”, entre outros.

Neste sentido, deverá adotar os seguintes nove cuidador e assim aliviar os sintomas alérgicos:

  1. Deixar os sapatos à entrada de casa;
  2. Trocar de roupa e lavar bem as mãos e o rosto, quando chegar da rua;
  3. Tomar um duche rápido à noite – “Recomenda-se tomar banho antes de ir para a cama, o que ajuda a eliminar possíveis alérgenos que estejam agarrados à sua pele e cabelo”;
  4. Manter a casa limpa – “Mesmo que faça limpeza com frequência, a acumulação de pó em casa é inevitável. O ideal é que dedique, todos os dias, 10 minutos do seu dia a limpar o pó e a aspirar o chão, para reduzir a exposição a este alérgeno”;
  5. Lavar as roupas de cama em água quente (pelo menos a 60ºC);
  6. Monitorizar os níveis de humidade em casa – “Os ácaros e fungos desenvolvem-se em ambientes quentes e húmidos. Por essa razão, se possível, adquira um higrómetro para medir a humidade da sua casa. Caso o nível de humidade esteja superior a 50%, use um desumidificador para reduzir os valores”.
  7. Consultar o Boletim Polínico diariamente;
  8. Ter sempre à mão o seu anti-histamínico – “As alergias podem surgir subitamente, e por isso, mesmo com todas as precauções, é importante assegurar que leva consigo um anti-histamínico sem efeito sedativo. Desta forma, se os sintomas de rinite alérgica se manifestarem fortemente, pode tomar um comprimido e continuar a aproveitar o seu dia”;
  9. Ensinar às crianças as causas e consequências das suas alergias – “As crianças têm mais facilidade em distraírem-se e esquecerem-se de cuidar das alergias. Por este motivo, é importante que fale com eles e lhes explique os sintomas mais comuns das suas alergias e o que as pode desencadear. Assim, as crianças ficam a saber como agir para reduzir os seus sintomas e estarão mais atentas aos estímulos que as provocam”.

Envie este conteúdo a outra pessoa