DGS cria “task force” para acompanhar surto mundial de hepatite aguda em crianças 532

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou a criação de uma task force de “acompanhamento e atualização” do surto mundial de hepatite aguda em crianças.

De acordo com o comunicado divulgado pela DGS, esta task force terá como objetivo “o acompanhamento e atualização da situação internacional, a avaliação de risco a nível nacional e a elaboração de orientações técnicas para a deteção precoce de eventuais casos que venham a ser identificados no país”.

A DGS acrescenta ainda que esta task force, vai trabalhar em articulação com o Programa Nacional para as Hepatites Virais e com a Sociedade Portuguesa de Pediatria.

No que diz respeito ao caso suspeito de hepatite em Portugal, a DGS informa que o diagnóstico é de gripe A.

Como medidas contra este surto, a DGS recomenda a higienização das mãos e a etiqueta respiratória.

Até ao momento, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recebeu o relato de 169 casos desta hepatite aguda provenientes de 12 países e em sete casos (um em cada dez), o quadro clínico exigiu um transplante hepático nas crianças.

WordPress Ads

Envie este conteúdo a outra pessoa