DGS: Atuação dos nutricionistas nas farmácias deve ser isenta de pressões 0 93

DGS: Atuação dos nutricionistas nas farmácias deve ser isenta de pressões

 


24 de abril de 2017

O diretor do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável da DGS, Pedro Graça, defendeu hoje que a atuação dos nutricionistas nas farmácias deve ser «independente e credível», isenta de «pressões externas», relativamente à prescrição e ao aconselhamento de produtos.

«Nas farmácias, que também são locais de venda de medicamentos e suplementos, os nutricionistas terão de estar muito atentos às questões da independência e da sua capacidade ética e deontológica de prescreverem ou recomendarem, independentemente de qualquer pressão externa», afirmou Pedro Graça.

No entender do representante da DGS, presente no Encontro Nacional dos Nutricionistas que decorre hoje no Porto, as farmácias apresentam algumas especificidades que devem ser aproveitadas, nomeadamente a «dispersão geográfica» e o bom relacionamento que conseguem ter com as pessoas.

Para Luís Costa, da Ordem dos Farmacêuticos, o papel dos nutricionistas nas farmácias «é crucial», sendo, no seu entender «importante definir regras» para a atuação destes profissionais nas farmácias, avançou a “Lusa”.

Envie este conteúdo a outra pessoa