Covid-19: Portugal ultrapassa 22 milhões de vacinas administradas, garante DGS 359

Mais de 22 milhões de vacinas contra a covid-19 já foram administradas em Portugal, permitindo que 8,8 milhões de pessoas tenham a vacinação primária completa e 5,6 milhões a dose de reforço, anunciou a Direção-Geral da Saúde (DGS).

“Segundo dados contabilizados até ao final do dia 12 de fevereiro [sábado], foram já administradas cerca de 22.055.400 vacinas, tendo recebido a dose de reforço mais de 5.647.500 portugueses”, adiantou a DGS, em comunicado.

A campanha para imunizar os portugueses contra o SARS-CoV-2, o coronavírus que provoca a covid-19, arrancou em 27 de dezembro de 2020, passando a incluir mais tarde a dose de reforço e a vacinação das crianças entre os cinco e os 11 anos.

De acordo com a DGS, Portugal alcançou em 15 de janeiro os 20 milhões de doses da vacina administradas, o que significa que, em menos de um mês, registaram-se “aproximadamente dois milhões de inoculações”.

A autoridade de saúde reiterou ainda que a vacinação é a “melhor forma de proteção contra a doença grave, internamentos e morte” por covid-19, reforçando o apelo para que as pessoas elegíveis com mais de 18 anos efetuem o autoagendamento para a toma da dose de reforço.

Os dados indicam que mais de 8,8 milhões de pessoas já têm a vacinação primária completa, entre as quais cerca de 80 mil crianças entre os cinco e os 11 anos.

Dos mais de 5,6 milhões de pessoas com a dose de reforço da imunização, cerca de 59 mil dos quais vacinados no sábado, constam 618.750 idosos com mais de 80 anos, que representam 94% desta faixa etária, assim como 928.285 entre os 70 e 79 anos (96%).

Também já receberam a dose de reforço 1.130.856 pessoas entre os 60 e 69 anos (90%), 1.113.688 entre os 50 e 59 anos (79%), 924.618 entre os 40 e 49 anos (62%), 514.576 entre os 30 e 39 anos e 416.728 entre os 18 e os 29 anos (33%).

WordPress Ads

Envie este conteúdo a outra pessoa