Covid-19: Portugal mantém posição de não recomendação do uso da hidroxicloroquina 241

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, indicou que Portugal vai manter uma posição “cautelosa” e não vai recomendar o uso da hidroxicloroquina no tratamento da covid-19.

A informação foi avançada durante a conferência de imprensa diária sobre a pandemia de covid-19, no seguimento da Organização Mundial da Saúde (OMS) ter anunciado esta quarta-feira que retomou os testes. (leia a noticia sobre o assunto aqui)

Graça Freitas afirmou que “a Direção-Geral da Saúde (DGS) e o Infarmed estão a acompanhar a situação e por enquanto vamos ser cautelosos e não vamos fazer a recomendação da utilização em Portugal. Vamos acompanhar os ensaios e o que se passa nos outros países”.

A diretora-geral da Saúde acrescentou ainda que Portugal vai continuar a aderir aos ensaios, mas manterá “uma posição de precaução”, alertando para o facto de que esta é uma situação que evolui todos os dias.

“Mas isto é uma situação mutável e que evolui todos os dias. A DGS e o Infarmed acompanham todos os dias o que se está a passar em todo o mundo para poder adequar a utilização deste medicamento às suas recomendações e para que o seu uso seja seguro”, disse Graça Freitas.

Envie este conteúdo a outra pessoa