Covid-19: farmacêuticos, médicos e enfermeiros criam plataforma que agrega donativos 572

Após receberem vários contactos para donativos de cidadãos anónimos, empresários e empresas, que pretendem oferecer produtos diversos, as ordens dos médicos, enfermeiros e farmacêuticos decidiram juntar-se e criar uma plataforma para agregar esses donativos para o combate à pandemia de covid-19.

“A Ordem dos Médicos, a Ordem dos Enfermeiros e a Ordem dos Farmacêuticos têm recebido vários contactos que demonstram a generosidade da nossa sociedade civil, com vontade de concretização de donativos de cidadãos anónimos, empresários e empresas, que pretendem fazer uma oferta total dos produtos. De equipamentos de proteção individual, a refeições e alojamentos temporários para profissionais de saúde, várias são as ofertas”, indicam as três ordens, num comunicado conjunto divulgado.

Nesta plataforma “podem ser registadas todas as propostas recebidas”, segundo indica o comunicado.

“A plataforma será de acesso livre e poderá ser consultada a partir dos sites das três ordens, para que quem precisa de um apoio tenha acesso direto aos dados de quem tem algo com que contribuir”, explicam.

Todos os que tenham bens ou serviços que queiram doar deverão manifestar essa intenção através do envio de um email para um dos três endereços eletrónicos disponíveis: donativos@ordemdosmedicos.pt; donativos@ordemenfermeiros.pt ou donativos@ordemfarmaceuticos.pt.

No email deverá constar o bem ou serviço a disponibilizar, descrevendo o mais pormenorizadamente possível as suas características, a quantidade, a região do país a que se destina (caso se aplique), se existem gastos adicionais a considerar (taxas de entrega ou custos com luz e água tratando-se de alojamento), assim como quaisquer notas adicionais que o doador considere relevantes, refere um aviso mostrado na página da plataforma.

Pode consultar a plataforma aqui.

Envie este conteúdo a outra pessoa