Covid-19: EMA avalia pedido da Moderna para dose de reforço da vacina 152

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou que se encontre a avaliar um pedido da Moderna para administrar uma terceira dose de reforço da vacina contra a covid-19 na União Europeia (UE), para maiores de 12 anos após seis meses.

“A EMA começou a avaliar um pedido para a utilização de uma dose de reforço de Spikevax a ser administrada pelo menos seis meses após a segunda dose em pessoas com 12 anos de idade ou mais”, anunciou a EMA, comunicado.

Este é o segundo pedido feito por empresas com vacinas covid-19 aprovadas na UE para avançar com uma terceira dose. A primeira a fazer o pedido foi a Pfizer-BioNTech, no início de setembro, para restabelecer a proteção de vacinados com 16 anos de idade ou mais, após seis meses da segunda dose.

Tanto a vacina da Moderna, como a da Pfizer-BioNTech, assentam na tecnologia do RNA mensageiro, sendo que a administração da primeira está aprovada na UE para pessoas com 12 anos ou mais.

Envie este conteúdo a outra pessoa