Covid-19: EMA aprova vacina da Moderna 384

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) aprovou a utilização da vacina da Moderna contra a covid-19 na União Europeia (UE).

De acordo com comunicado divulgado, a EMA indica que “recomendou a concessão de uma autorização condicional de comercialização da vacina covid-19 Moderna para prevenir a doença do coronavírus 2019 em pessoas a partir dos 18 anos de idade”.

Esta aprovação surge depois de o Comité de Medicamentos para Uso Humano da EMA (CHMP) ter “avaliado exaustivamente os dados sobre a qualidade, segurança e eficácia da vacina e ter recomendado por consenso a concessão de uma autorização formal condicional de comercialização pela Comissão Europeia”, indica a nota divulgada.

A EMA indica ainda que “a segurança e eficácia da vacina continuará a ser monitorizada à medida que for sendo utilizada em toda a UE, através do sistema de farmacovigilância e de estudos adicionais realizados pela empresa e pelas autoridades europeias”.

Lembrar que a vacina da Moderna, apresentou uma eficácia superior a 90%, é a segunda a ter aval da EMA, após a aprovação a 21 de dezembro de 2020, da vacina da Pfizer e da BioNTech, que está a ser utilizada na União Europeia desde 27 de dezembro.

Tal como a vacina da Pfizer e da BioNTech, a da Moderna é administrada por duas injeções, com 28 dias de intervalo.

Entretanto a Moderna divulgou um comunicado a dar conta desta aprovação, indicando que as primeiras entregas da vacina em países da Europa deverão começar na próxima semana.

Até à data a Comissão Europeia assegurou 160 milhões de doses da vacina da Moderna contra a covid-19.

Citada na nota divulgada, Stéphane Bancel, CEO da Moderna agradece à “Comissão Europeia pela aprovação e à EMA por esta recomendação, que é outro momento importante na história da empresa”.

Envie este conteúdo a outra pessoa