Covid-19: DGS reduz período de isolamento para sete dias 341

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou que decidiu encurtar de 10 para sete dias o período de isolamento das pessoas infetadas com covid-19 assintomáticas e dos contactos de risco.

De acordo com comunicado divulgado, a DGS indica ter informado o Ministério da Saúde sobre a redução do período de isolamento profilático e que “a operacionalização desta decisão técnica, pela necessidade de atualização de normas e de reparametrização do sistema de informação, estará concluída o mais brevemente possível, no decurso da próxima semana”.

“Esta decisão está alinhada com orientações de outros países e resulta de uma reflexão técnica e ponderada, face ao período de incubação da variante agora predominante, a Ómicron”, explica a DGS.

Esta decisão surge após a Região Autónoma da Madeira ter reduzido para cinco dias o período de isolamento de infetados assintomáticos e de quem contactou com casos positivos, acabando mesmo com o isolamento de contactos vacinados com a terceira dose.

Os Estados Unidos tinham já reduzido, de dez para cinco dias, a duração do período de isolamento das pessoas que testam positivo para a covid-19, desde que estejam assintomáticas.

O Reino Unido também já diminuiu o período de isolamento, de dez para sete dias, para pessoas vacinadas que ficaram infetadas.

Envie este conteúdo a outra pessoa